quarta-feira, 31 de julho de 2013

CONCURSO PUBLICO- INTERPRETE DE LIBRAS

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB, tornou pública a abertura das inscrições para o Concurso Público - Edital nº 1/2013, que visa o provimento de cargos do Quadro Permanente de Pessoal Técnico-Administrativo da Universidade.
O Concurso Público de Provas Escritas, Objetivas e de Provas Práticas (onde forem aplicáveis) destina-se ao preenchimento de 39 vagas .
Os cargos que requerem formação em nível superior, são para Administrador (11 vagas, sendo uma destinada a portadores de necessidades especiais), Analista de Tecnologia da Informação (4), Arquiteto e Urbanista (1), Enfermeiro (2), Médico do Trabalho (1), Médico-Veterinário (2), Nutricionista (1) e Psicólogo (4). Para os candidatos que concluíam o Ensino Médio e Técnico, as vagas disponíveis neste certame são para Técnico em Edificações (1) e Tradutor e Intérprete de Linguagem de Sinais (11 vagas, sendo uma destinada a portadores de deficiência). O cargo de Auxiliar em Administração (1), pode ser concorrido por profissionais que concluíram o Ensino Fundamental.
A remuneração é de R$ 3.230,88, para os cargos onde são exigidos formação superior, R$ 1.942,75 para os profissionais que forem selecionados a atuarem nas vagas de Nível Médio/ Técnico, e de R$ 1.562,23, para o candidato selecionado a exercer a função que exige o Ensino Fundamental Completo, podendo estes vencimentos, serem acrescidos de benefícios, conforme a vaga oferecer.
As inscrições serão realizadas de 02 de agosto de 2013 a 23 de agosto de 2013, exclusivamente pela internet, no endereço www.fundacaocefetbahia.org.br. A taxa referente a inscrição, varia de R$ 45,00 a R$ 65,00, de acordo com a vaga a qual o profissional se candidatar.
As provas para todos os cargos serão aplicadas exclusivamente nos municípios de Amargosa - BA, Cachoeira - BA, Cruz das Almas - BA, Feira de Santana - BA e Santo Antonio de Jesus - BA, no dia 29 de setembro de 2013, no turno matutino.



Jornalista: Aline Martins

terça-feira, 30 de julho de 2013

ATENÇÃO!!!


ISENÇÃO DE I.P.I PARA DEFICIENTES

Por que isto é importante

Porque não é razoável nem justo que a vantagem fiscal corretamente concedida aos portadores de deficiências físicas, visuais, mentais e aos autistas não seja estendida aos deficientes auditivos, já que a sociedade também deve proporcionar a estes, tanto quanto às outras classes de deficientes já mencionada, meios para atenuar as dificuldades normais já vividas por eles em decorrência do seu infortúnio. A Lei nº 8.989/1995 que dispõe sobre a Isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados - IPI, na aquisição de automóveis discrimina os deficientes auditivos, haja vista que a isenção visa superar as desigualdades, a inclusão das pessoas com deficiência e o exercício dos direitos fundamentais, porém a referida lei, de forma inconstitucional excluiu os deficientes auditivos.

terça-feira, 9 de julho de 2013

IMPORTANTE, QUEM VAI ???

Tem interesse em aprender a Língua Brasileira de Sinais (Libras)?
A Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), por meio do Centro de Educação em Direitos Humanos JJ Calmon de Passos (CEDH), oferece o curso básico gratuito de Libras. O curso será promovido entre os dias 15 de julho e 15 de agosto.
Inicialmente, serão oferecidas 30 vagas e o curso será ministrado na Casa da Cidadania, no Beiru/Tancredo Neves. A modalidade de aprendizado é presencial e a carga horária de 40 horas, com conteúdos práticos e teóricos, será dividida em dois encontros semanais de 4 horas-aula, que acontecerão nas segundas e sextas-feiras, sempre no turno matutino.
O curso, que pretende dotar os participantes da compreensão dos principais aspectos da Língua Brasileira de Sinais, também visa contribuir para a inclusão social dos surdos e divulgar a linguagem entre os não-surdos. Para se inscrever é necessário comparecer à Casa da Cidadania, apresentar documento oficial de identidade com foto (RG, carteira de trabalho, passaporte ou CNH), atual, original e cópia, comprovante de residência com CEP. Não há exigência de pré-requisitos e poderão ser inscrever tanto ouvintes quanto surdos.